Na última quinta-feira, 13/12, foram entregues os Prêmios Capes de Teses 2018.

Juliana Vasconcelos Barros, doutora em Demografia pelo Cedeplar-UFMG, recebeu o prêmio pela tese Estratégias reprodutivas e evolução da fronteira agrícola: um estudo qualitativo para Machadinho d’Oeste, Rondônia, orientada pelos Professores Laura Wong e Alisson Barbieri.

 

A Professora Débora Freire Cardoso, da FACE-UFMG, recebeu na última semana o Prêmio BNDES de Economia por sua tese de doutoramento, Capital e Trabalho no Brasil no Século XXI: o impacto de políticas de transferência e de tributação sobre desigualdade, consumo e estrutura produtiva. A tese foi defendida no Cedepla-UFMG, sob a orientação dos professores Edson Domingues e Gustavo Rocha.

No mesmo dia, Thiago Cavalcante Simonato, mestre em Economia pelo Cedeplar-UFMG, recebeu o Prêmio BNDES por sua dissertação, Projeção dos impactos econômicos regionais do desastre de Mariana – MG, orientada pelo professores Edson Domingues e Aline Magalhães.

Em agosto de 2018, a Pró-reitoria de Graduação divulgou as novas Normas Gerais de Graduação, que alteram alguns processos curriculares e oferecem possibilidades de percursos formativos aos estudantes. O Pró-reitor adjunto de Graduação da UFMG, Professor Bruno Teixeira, presta esclarecimentos sobre a vigência dessas mudanças.

Leia o restante da matéria no site da UFMG.

1ª Fase

31/01 a 04 de fevereiro/2019
Período de requerimento de matrícula via MinhaUFMG no link: Graduação Acesso Alunos.

11 de fevereiro/2019
Divulgação pela Internet do resultado das solicitações de matrícula.

2ª Fase

14 a 15 de fevereiro/2019
Requerimento de acerto de matrícula on-line (inclusão de novas disciplinas).
Via MinhaUFMG no link: Graduação Acesso Alunos.

Acerto presencial

20 de fevereiro/2019
Curso de Administração: acerto presencial de matrícula no CEGRAD - Centro de Graduação da Face - Sala 1017 (horário: 9h às 20h).

20 de fevereiro/2019
Curso de Ciências Contábeis: acerto presencial de matrícula no CEGRAD - Centro de Graduação da Face - Sala 1017 (horário: 9h às 20h).

21 de fevereiro/2019
Curso de Ciências Econômicas: acerto presencial de matrícula no CEGRAD - Centro de Graduação da Face - Sala 1017 (horário: 9h às 13h).

3ª Fase

25 e 26 de fevereiro/2019
Solicitação de matrícula em disciplinas de formação livre (núcleo geral) e formação transversal (núcleo complementar).
Via MinhaUFMG no link: Graduação Acesso Alunos.

4ª Fase

26 de fevereiro/2019
Requerimento presencial de matrícula em disciplinas de Pós-Graduação (núcleo avançado) pelos alunos da Graduação nos Colegiados de Pós-Graduação.

27 de fevereiro/2019
Matrícula em disciplinas de Pós-Graduação (núcleo avançado) pelos alunos da Graduação nos Colegiados de Pós-Graduação.

1° de março/2019
Resultado da efetivação da matrícula em disciplinas de formação livre (núcleo geral) e formação transversal (núcleo complementar) acerto presencial de matrícula.



25 de fevereiro/2019
Início do 1º semestre letivo de 2019

Atenção: o  acesso à matrícula on-line somente será possível através do login e senha do site MinhaUFMG. O(a)  aluno(a) que ainda não possui a senha ou que a tenha perdido, deverá providenciá-la junto ao Laboratório de Computação Científica (LCC/ICEX), sala 2040 do ICEX, de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 18h ou por e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Mais informações pelo telefone 3409-4916.

Centro de graduação - CEGRAD/FACE/UFMG

Quase a metade – 49,3% – dos alunos estudantes que chegaram aos cursos de graduação da UFMG no primeiro período letivo de 2018 se autodeclararam pretos ou pardos. O percentual é praticamente o dobro do registrado em 2008 (26,75%), ano que antecedeu o início da aplicação das políticas de ações afirmativas na Universidade. Os dados estão em relatório sobre o perfil dos estudantes matriculados na última década, elaborado pelo Setor de Estatística da Pró-reitoria de Graduação (Prograd).

O trabalho também mostra que houve crescimento da entrada de alunos cuja renda familiar é de um a dois salários mínimos: em 2014, esses estudantes correspondiam a 11,4% do total, e, em 2018, a 18,2%. Além disso, o estudo também indicou que um terço dos alunos da UFMG tem renda familiar de dois a cinco salários mínimos, compondo a categoria socioeconômica mais frequente.

Leia o restante da matéria no site da UFMG.